Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

dany23

dany23

16
Out07

Anita e as Doçuras

DanI

Logo pela manhã, Anita prepara tudo para dar asas ao trabalho.

Lavava os frascos, fazia as etiquetas, preparava os frutos…

Pelas 10.30 estava Anita sentada na praça para poder vender as suas compotas.

 

 

 

        “Vende-se compotas”

 

 

 

 

Passavam pessoas, crianças, tudo comprava.

Anita era uma rapariga de confiança, era uma doçura, mais doce que as suas compotas.

Mas só que um dia…

Ouve um problema!...

Ao fazer as suas doces compotas, saltou-lhe água quente pelo braço abaixo, anita estava aflita que desmaiou.

Toda a gente estava a achar estranho porque todos os dias, por aquela hora, estava ela ali sentada a vender as suas doçuras.

Passado algum tempo foram a casa dela.

Espreitaram lá para dentro e estava ela caída no chão toda queimada no braço.

De imediato chamaram logo os bombeiros para a vir socorrer. Todos estavam tristes e preocupados por saber notícias da Anita.

Passado algum tempo anita regressa a casa.

No dia seguinte sem ninguém contar, estava anita sentada na beira da praça a vender as suas compotas.

Todos felizes e ao mesmo tempo chateados porque poderia lhe acontecer alguma coisa.

Mas o motivo de felicidade era por continuarem a saborear as suas deliciosas doçuras.

 

Fim

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2007
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D